Rss Feed
Saudade, junção de todos os sentidos reunidos no lado esquerdo do peito e pesa no consciente.
Não importa a distância, sinto sua pele, seu cabelo entre meus dedos, sua face queimando.
O sabor de teus beijos simples, inseguros... E tão apaixonados.
Fecho os olhos e vejo teu sorriso, por poucos segundos, até que você afunda seu rosto em meu ombro, um abraço forte, como se não soubesse que eu nunca te abandonaria.
Não ligo para o tempo, nunca esquecerei teu perfume, doce... Mas simples. Como uma menina que tem medo de crescer e tem medo da vida.
De repente acordo de meus pensamentos ao ouvir tua voz, e abro os olhos, desesperado a sua procura e só encontro as folhas sendo levadas pelo vento para um nada.
Coloco minha mão em meu peito e sorrio sozinho.
Era só a saudade.

1 comentários:

Sarah disse...

aodrei! lindo! é o tipo de texto que enquanto a gente lê, a imaginação rola sem dificuldades e nos faz imaginar a cena. :)

Postar um comentário