Rss Feed
Parece que sou um pólo negativo para o amor.
Todas as garotas por quais me apaixono de verdade, desaparecem da minha vida com uma facilidade.
Se você só esta com uma garota, pensando em somente em se divertir, ou mesmo afogar suas mágoas, você não presta.
Quando você está realmente apaixonado tudo dá errado, mesmo quando tudo está perfeitamente bem, o final sempre vai ser diferente dos seus sonhos.
O mundo em que vivemos é contraditório, muitas vezes querer não é poder, e o que podemos é errado. Então temos que optar pelo certo e que nos deixa infeliz, ou errado que traga alguma felicidade momentânea?
De certo modo, o amor é um alucinógeno mais forte que existe.
Nos faz ver coisas, as mais belas, diria, e claro, elas simplesmente são frutos da nossa imaginação, da nossa imaginação doentia e apaixonada, que nos torna uma maquina de sonhar, de querer, de desejar ser mais feliz.
Mas um dia esse efeito acaba, e quando você se vê diante de tudo que passou, de tudo que imaginou, você se sente desprezível, se sente pior do que os piores assassinos. E tudo isso só porque você se sentiu no direito de querer algo, de ser feliz.
E com isso você fica deprimido. E precisa de algum apoio moral, ai é a parte em que você se aproxima de alguém para “se divertir, ou afogar suas mágoas”, ai você está sendo um imprestável sem sentimentos, e claro, a pessoa que te deixou assim não teve a intenção do mesmo.
Mas ai você tem 2 caminhos a seguir.
O mais comum é se apaixonar de novo, e no final, você acaba em um poço mais fundo e difícil de sair do que você começou, e você entra em um efeito “bola de neve”. Vai aumentando, e aumentando, e aumentando e quando você percebe, já esta tão grande que não tem mais controle da situação.
O segundo caminho é desistir de vez, desistir de amar, desistir de viver. E só.
Por que estou falando isso?
Por que não adianta, o amor afasta o amor.
Mas o amor atrai sonhos, e sonhos também atraem amor.
Contraditório?
Você sonhar todos os dias, os mínimos detalhes como ira pedir seu amor em namoro, como será seus dias, como será suas vidas e no segundo depois você descobrir que ela já fez tudo isso, e está feliz, com outro, não é contraditório?
Querer fazer o perfeito e no segundo posterior estar sendo acusado de canalha não é contraditório?
Eu só gostaria de dizer, que amo. E não vou desistir de viver, não vou desistir pelo fato de saber que também existe alguém que também sonha, que também ama, que também sofre.

<3

2 comentários:

Isaura Ogawa disse...

Se o texto traduz um momento seu, creio que haja outra possibilidade.
Com o tempo, as desilusões vão endurecendo o coração das pessoas, e elas simplesmente passam a achar normal "usar" outras pessoas sem ter a mínima noção do que é "certo" e o que é "errado".
Sem ao menos se importar de machucar o outro, porque pensa que o outro também não se importa.
Espero que isso não aconteça com você, e você se preserve sensível e fofo como nós o conhecemos.

(agora, sim! Comentei no opst certo!)

Sarah disse...

É complicado. Difícil achar alguém com o mesmo propósito que você e que esteja na mesma sintonia, mas não podemos desistir né? "Pra cada pé torto existe uma bota velha"? É assim? rs :p

Postar um comentário